XX – O Caso de Emily Rose

Ouça no seu App favorito! –  Apple Podcasts – Google Podcasts – Spotify – Anchor – CastBox – Breaker – Overcast – Pocket Casts – RadioPublic – Stitcher – Feed RSS

Ficha técnica

Roteiro e edição: Marcelo Júnior
Vozes: Marcelo Júnior

Transcrição do episódio:

Não se sabe, realmente, até que ponto o que aconteceu com a verdadeira Emily Rose foi obra do mal. Anneliese Michel, como se chamava na vida real, pode ter sido um caso de esquizofrenia, de outras doenças psíquicas ou de obras demoníacas.

O fato, no entanto, é que a garota passou por nada menos que 67 sessões de exorcismo em 11 meses. Como resultado do estilo de vida ao qual foi obrigada, ela acabou morrendo por desnutrição.

Eu sou Marcelo Júnior e Seja Bem vindo ao episódio 20 do Mistérios Literários

Emily Rose completou 16 anos. Foi nessa época que a menina passou a sofrer convulsões e foi diagnosticada com epilepsia. Somado a isso, ela também passou a apresentar um quadro de depressão profunda e foi internada.

Como a família de Emily era muito religiosa, seus pais começaram a desconfiar de que ela não estava realmente doente. A suspeita, na verdade, era de que a menina poderia estivesse possuída por demônios. Exatamente nessa época foi que que começou a história assustadora que inspirou o filme O Exorcismo de Emily Rose.

Quando chegaram a conclusão de que se tratava de obra satânica, os pais da moça suspenderam os medicamentos. Somente os padres católicos Ernst Alt e Arnold Renz ficaram à frente do caso. E, de forma geral, Emily passava por sessões diárias de exorcismo. Por causa disso, a menina ficava trancada em uma cela. Nesse cômodo, havia apenas uma cama. E o pior de tudo é que a moça não podia comer, beber ou sequer dormir enquanto estivesse nesse ambiente.

Durante as sessões, embora não se saiba se pelo sugestionamento da situação, pela loucura ou realmente por forças malignas, a moça se contorcia, tentava resistir às rezas, falava em línguas inteligíveis e proporcionava todo o espetáculo que se espera de um exorcismo.

Os padres chegaram a dizer que Anneliese estava dominada por nada menos que 5 espíritos: Lúcifer, Caim, Judas Iscariotes, Hitler e Nero.Sem apresentar melhoras em seu comportamento, Anneliese começou a demonstrar sinais de fragilidade e acabou morrendo em 1º de julho de 1976, aos 23 anos.Ela tinha pneumonia, os ligamentos dos joelhos haviam se rompido e, conforme a autópsia feita pela polícia, estava desnutrida e desidratada. Aliás, na época de sua morte, a moça não pesava mais de 30 quilos.

Quando as autoridades tomaram conhecimento do caso que inspiraria O Exorcismo de Emily Rose, os padres e os pais da garota foram levados à justiça, acusados de homicídio por negligência.A mãe e o pai de Anneliese não chegaram a ser presos, já que justiça entendeu que a perda da filha já era um bom castigo. Os padres, por outro lado, receberam pena de três anos em liberdade condicional.

Anos depois da morte da garota, em 2005, os pais de Anneliese continuavam acreditando que ela estava possuída. Durante uma entrevista, eles disseram que a morte da filha foi uma libertação.

Mesmo com a forte possibilidade de Emily ter sofrido com problemas psicológicos, não dá para dizer que seu caso não era assustador. Prova disso são os áudios originais de suas sessões de exorcismo.

Os audios dos exorcismos estão disponíveis na transcrição deste episódio em Mistériosliterarios.com.

Tenha outros episódios, artigos exclusidos e antecipados sendo um assinante premium, e obtenha acesso a todo acervo de conteúdo do mistérios literários clicando em premium no menu principal e ganhe 5 dias gratuitos. Sua colaboração ajuda a manter o projeto de forma extraordinária, eu sou marcelo junior e a voce que me escuta, o meu muito obrigado e um grande abraço.

Leia também!

XXII – O Caso de David Reimer

Descrição: Neste episódio você irá conhecer o experimento mais polêmico...

XXI – [Teaser] O Caso de David Reimer

Vozes: Marcelo Júnior Roteiro e edição: Marcelo Júnior

XIX – [Teaser] A Mitologia Egípcia

Vozes: Marcelo Júnior, Pedro Gonçalves  Roteiro e edição: Marcelo Júnior.

XVIII – Césio-137

Voz: Marcelo júniorRoteiro & Edição: Marcelo Júnior