Tensão em Nova York – Corona Vírus e estoque de alimentos

Nesta sexta feira dia 13 de março entrevistamos um brasileiro morador de Nova York que preferiu não ser identificado.

A população de NY encontra-se apreensiva no momento em relação ao Vírus que vem se espalhando em escala global, que no momento já temos casos confirmados em mais de 110 países.

Entre as nações mais afetadas além da China estão a Itália, com 12.462 casos e 827 mortos, o Irã, com 354 mortes, e a Coreia do Sul, com 66 mortes. No último sábado, a Argentina contabilizou a primeira vítima fatal do coronavírus na América Latina. No Brasil, 37 casos foram confirmados pelo Ministério da Saúde – todos são pessoas que estiveram nos países com alta incidência da doença. 

O Brasileiro alega que apesar do povo temer a enfermidade, as ruas ainda continuam cheias e apenas o metrô e meios de transporte tem queda na procura.

Apesar do abalo não ser muito grande, várias medidas de proteção já estão sendo adotadas na cidade. O uso do álcool em gel já é uma coisa comum entre os americanos. O uso de máscara também está sendo adotado por várias pessoas que procuram de proteger da tal ameaça.

Um grande problema nos Estados unidos que está sendo enfrentado, é que não existe um sistema único de saúde(SUS) como aqui no Brasil. Grande parte da população não tem plano de saúde, normalmente pelo alto custo e muitas pessoas que estão contaminadas ainda não sabem, porque além de haver testes suficientes para todos, o mesmo custa em torno de U$ 1500,00.

Aqui no Brasil temos o sistema único de saúde(SUS), onde você pode ir num Posto de saúde Caso tenha os sintomas e fazer o exame de diagnóstico gratuito que produz os resultados e te encaminha pra um hospital caso tenha necessidade. Por este e mais outros, devemos proteger e defender o SUS.

Uma das coisas que nos deixa mais intrigados é o fato de que as pessoas estão começando a estocar alimentos, deixando os mercados com as prateleiras completamente vazias, faltando recursos simples do dia a dia como pão e sardinha; além de estarem com filas quilométricas.

Acima estão imagens enviadas pelo brasileiro.

No Brasil, conforme revela o jornal Folha de S. Paulo, o ministério da Saúde começou a discutir com estados um plano para fechar escolas e restringir atividades. O jornal também revelou que caiu mal entre políticos imagens de Jair Bolsonaro visitando o pintor Romero Britto, na Flórida, em dia de pânico nos mercados. A globoNews, a economista Monica De Bolle, da Universidade Johns Hopkins, propôs revogar medidas como o teto de gastos e acelerar gastos contracíclicos na economia. Para ela, o foco na agenda de reformas deixa de ser prioridade num momento em que a economia brasileira pode entrar em recessão.

Leia também!

A ascensão e queda da família Romanov: De rasputin a princesa perdida.

A revolução russa com a ascensão dos soviets marcou uma era, mas existiu uma família que dominava antes dos soviéticos, Conheça!!

O Facebook e suas dores de cabeça

A ascensão do Facebook e seu império da internet Praticamente nos dias atuais é quase impossível ficar sem...

A verdadeira história de Madame C.J. Walker

Uma nova série da Netflix estrelada pelo vencedor do Oscar Octavia Spencer - estréia em 20 de março, milhões de pessoas em...

Vacina contra coronavírus testada em humanos gera resposta imunológica e é segura, diz empresa

Níveis dos anticorpos das primeiras oito pessoas testadas foram semelhantes aos das amostras de sangue das que se recuperaram da Covid-19