Ministro da Educação edita currículo após reitor não reconhecer doutorado


Decotelli teve sua tese reprovada pela Universidade de Rosário, na Argentina, motivo pelo qual não tem o título de doutor em Administração

O ministro da Educação, Carlos Decotelli, editou seu currículo na plataforma Lattes após o reitor da Universidade de Rosário, Franco Bartolacci, afirmar que a instituição argentina não reconhece o título de doutorado do economista.

Agora, no campo título, Decotelli cita apenas “créditos concluídos” em 2009 e retirou o nome da tese “Gestão de Riscos na Modelagem dos Preços da Soja”. Também não aparece mais o nome do orientador Dr. Antonio de Araujo Freitas Jr. No campo dedicado a esta informação consta “sem defesa de tese”.

A titulação do novo ministro da Educação foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro na quinta-feira 25, data em que o oficializou como novo mandatário do ministério da Educação. Na sexta-feira 26, no entanto, o reitor da universidade na Argentina, Franco Bartolacci, foi às redes sociais para negar o título de doutorado do novo ministro.

Em entrevista ao El País, o reitor afirmou que Carlos Decotelli foi reprovado no exame de qualificação da banca de doutorado na Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, e por isso não tem o diploma do curso, contrariando o que afirmava em seu currículo. “Ele apresentou uma versão escrita que foi julgada desfavoravelmente pelo júri e, portanto, não pôde fazer sua defesa oral”, disse.

O Ministério da Educação enviou uma nota à imprensa afirmando que o ministro concluiu, em fevereiro de 2009, todos os créditos do doutorado em Administração pela Faculdade de Ciências Econômicas e Estatística da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina. Juntamente com a informação, encaminhou um certificado.

O reitor da Universidade de Rosário também falou sobre a certificação à reportagem do El País. “Esse certificado confirma o que dissemos. Ele cursou o doutorado, mas não o concluiu. Falta aprovar a tese, que é a instância final para acessar o título de Doutor, portanto não é um Doutor da UNR”.

Marcelo Júniorhttps://www.misteriosliterarios.com
Escritor, CEO Fundador, Diretor Proprietário do Mistérios Literários.

Artigos Relacionados

Continue to the category

Repórter da Globo rebate com dados oficiais fala homofóbica de jornalista da CNN que relaciona gays e Aids

O jornalista da TV Globo, Pedro Figueiredo, usou o seu perfil no Twitter para desmentir dados compartilhados pelo jornalista da CNN, Leandro...

Exército brasileiro tem estoque de cloroquina para 18 anos

O Ministério da Defesa informou que há 1,8 milhão de comprimidos de cloroquina em estoque no Laboratório do Exército. O valor representa...

Maia quer votar projeto que regulamenta Fundeb na próxima semana

Principal fonte de recursos da educação fundo será extinto em dezembro O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia...

Recente

Satsuma Gishiden é uma OBRA PRIMA

Satsuma Gishiden é o novíssimo mangá trazido pela editora Pipoca e Nanquim, do renomado autor Hiroshi Hirata, vem comigo conferir se vale a pena ou não a compra!

Lançamento Oficial – Novidades do IOS 14

A Apple apresentou oficialmente o iOS 14 em sua conferência WWDC 2020, realizada online neste ano devido à pandemia do novo coronavírus....

The Office: A beleza está em todos os lugares

The Office é a série mais assistida do momento, venha conosco descobrir o porquê dela ser tão especial mesmo após 7 anos de seu fim.

O Caso da Carta Amaldiçoada

As inscrições medievais podem nos dizer muito mais do que apenas o que está escrito nelas. Em um...

Parecendo Radiante

Antes que os efeitos nocivos da radiação fossem reconhecidos, a indústria da beleza vendia o rádio como 'luz solar líquida'. A morte...

Biblioteca Premium

Conheça nossa biblioteca para assinantes! MUITO conteúdo exclusivo pra você, HISTÓRIA, CIÊNCIA, OS MAIORES MISTÉRIOS DO MUNDO. E isso tudo custa apenas o preço de um café! Com apenas R$4,99 você tem acesso a mais alta qualidade de artigos e podcast na página exclusiva 'Biblioteca'.