Abertura do maior sarcófago de Alexandria

Cidade de Alexandria, no Egito, já foi um porto importante no Mediterrâneo, servindo de entreposto comercial em que circulavam pessoas de diferentes povos e culturas. Fundado em 332 a.C., o local deixa suas marcas na história até hoje: no início de julho, o Ministério de Antiguidades egípcio anunciou a descoberta do maior sarcófago já registrado em Alexandria.

Com 2,65 metros de comprimento, 1,85 metro de altura e 1,65 metro de largura, o sarcófago foi encontrado no distrito de Sidi Gaber enterrado a mais de cinco metros de profundidade. Por ter sido encontrado perto da escultura de uma cabeça esculpida em pedra, acredita-se que tenha sido de alguém importante.

“Esperamos que o sarcófago seja de um dos maiores nobres do período”, disse o chefe de artefatos egípcios do Ministério, Ayman Ashmawy, em entrevista ao jornal The Guardian. “A cabeça provavelmente é de alguém importante de Alexandria. Quando abrirmos o sarcófago, esperamos encontrar objetos intactos que nos ajudarão a identificar essa pessoa e sua posição na sociedade da época.”

Abrir o sarcófago, no entanto, não será uma tarefa fácil: segundo Ashmawy, o achado deve ter em torno de 30 toneladas — só a tampa deve pesar 15 toneladas. “É difícil movê-lo intacto e abri-lo dentro de um museu. É arriscado e precisamos no preparar”, afirmou.

O preparo começa nas próximas semanas, quando uma equipe de engenheiros irá até o local para planejar a logística da abertura do sarcófago. No momento, a ideia é usar máquinas fortes que consigam levantar e segurar a tampa da tumba no próprio local, permitindo que os arqueólogos entrem dentro dela e avaliem quais mistérios se escondem lá dentro.

Essa será a primeira vez que o sarcófago será aberto desde o período ptolomaico, entre 305 a.C. e 30 d.C., quando foi lacrado. Descobertas empolgantes estão por vir.

Leia também!

O problema da medusa

Planta, animal ou outro? A luta para categorizar as águas-vivas reflete o desejo de impor uma hierarquia ao mundo natural.

Cientistas da Nasa descobrem evidências de possível universo paralelo

Partículas estranhas observadas por um experimento na Antártica podem ser evidências de uma realidade alternativa em que as leis da física...

Elon Musk e como a ciência se mistura a fama

Elon Musk: Um panorama de sua fama Mestre da auto promoção e de realizar feitos que o levem aos...

Estrela ‘dança’ ao redor de buraco negro da Via Láctea

Um buraco negro supermassivo está escondido no coração da Via Láctea. Os astrônomos deduzem sua existência a partir do movimento da...